ÁREA DO ASSOCIADO

Esqueci minha senha

Consulta de Certificados
Emissão de Certificados

Newsletter IBAPE-MG

Cadastre-se e receba novidades sobre cursos, notícias e artigos.

Minas Gerais

Revista Ibape-mg

Notícias

NOTA DE ESCLARECIMENTO - 11/07/2014

Considerando as especulações e os boatos que circulam nas redes sociais acerca de suposto recalque de 7cm na alça remanescente do Viaduto dos Guararapes e de suposto risco de colapso da estrutura metálica da estação São Gabriel, o Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Minas Gerais - IBAPE-MG, exercendo sua função institucional por meio dos engenheiros presidente e vice presidente, esclarecem o seguinte:

1. Por solicitação do Coronel Alexandre Lucas Alves, Coordenador Municipal de Defesa Civil de Belo Horizonte, os engenheiros Frederico Correia Lima Coelho e Clémenceau Chiabi Saliba Jr. realizaram vistorias em ambos os locais na tarde do dia 10 de julho de 2014.

2. Em relação à alça remanescente do Viaduto dos Guararapes, esclarecemos após as constatações da vistoria que:

   a. O relatório de monitoramento periódico de movimentação da estrutura, que é realizado desde o dia do acidente, não aponta movimentação vertical em todas as leituras, o que significa que não houve recalque.

  b. As especulações a respeito do assunto podem ter decorrido da existência de uma movimentação horizontal ocorrida pontualmente no dia do acidente, promovida pelo atrito da alça que ruiu, com deslocamento inferior a 10cm em apenas uma lateral da alça remanescente, na região do pilar P2, como mostrado na imagem ao lado.

   c. Até a vistoria realizada em 10 de julho não haviam quaisquer registros de nova movimentação da referida estrutura da alça remanescente.

  d. Com o objetivo de proporcionar maior segurança ao local e de tranquilizar os moradores do entorno e os usuários da Av. Pedro I, nos foi informado pela Defesa Civil Municipal que foi elaborado projeto de cimbramento (escoramento) específico para a alça do viaduto remanescente, cuja execução ocorria exatamente no horário da vistoria.

3. Quanto à estrutura metálica da estação São Gabriel, esclarecemos após as constatações da vistoria que:

  a. As obras de instalação e montagem estavam concluídas.

  b. Visualmente não foram observadas quaisquer patologias construtivas ou vícios aparentes (tais como ausência de elementos de fixação ou deformações) que pudessem sugerir risco de colapso.


Era o que nos competia esclarecer.

Belo Horizonte, 11 de julho de 2014

Arquivo para download:  NOTA DE ESCLARECIMENTO - IBAPEMG